Papo Carregado com a Estilista Angolana Shelby da Mata

Oi gente, hoje convida -vos a conhecer essa jovem angolana super carregada, Shelby da Mata, estudante de estilismo é com certeza um nome que vale a pena começar a memorizar na área de moda em Angola.

Conheci a Shelby no concurso que fui jurada em Fevereiro o “Luanda Fashionable 2016”, ela foi uma das participantes. Mas, ela não foi uma participante qualquer, ela foi aquela participante que logo no Casting cativou os jurados e a mim pela qualidade do seu trabalho.

Por essa razão convidei a Shelby para bater um papo carregado connosco aqui no blog, espero que gostem …

13000289_1078985358825837_5060482996520880488_n

CBA: O blog está ligado a moda e por essa a razão a  Shelby foi escolhida para bater um PAPO CARREGADO connosco. Diga – nos qual é a sua ligação com a moda?

Shelby:  A minha ligação com a moda está ligada ao Estilismo. Criar um vestuário adequado à cada tipo de pessoa.

CBA: Para que as pessoas conheçam um pouco de si, descreva – se resumidamente, quem é a  Shelby afinal de contas?

Shelby:  A Shelby Da Mata é uma jovem de 22 Anos, formando-se em Estilismo e Fashion Design na África Do Sul (Cape Town). Sou uma jovem que enxerga o mundo de uma maneira diferente do habitual. Deixo ele ser um Mundo, sem pressão e com as suas diferenças.

CBA: Qual a sua maior qualidade?

Shelby:  Senso de Justiça.

CBA: E o seu maior defeito?

Shelby: Meu maior defeito: Ser Autoritária.

CBA: É boa de garfo? Sabe cozinhar?

Shelby: Não sou boa de garfo (RISOS)! Gosto de cozinhar para mim e para o meu irmãozinho (a minha comida para ele está sempre óptima)!

CBA: O que é que a  Shelby mais gosta e o que mais detesta?

Shelby:  Eu gosto mais de brincar com o meu irmãozinho.  Detesto quando alguém dirige-se para mim dizendo-me para fazer algo quando eu sei que é minha obrigação fazer(não gosto de me sentir cumprindo ordens como se tivesse um chefe).

CBA: O que é que a carregada não faria por nada?

Shelby:  Jamais humilharia quem está por baixo, isso por duas razões: por ter consciência que é de baixo onde começamos e por ter consciência que a vida da mesma maneira que empurra-nos pra cima, empurra-nos pra baixo.

CBA: O que é que mais gostaria de fazer para além do que faz na moda?

Shelby: O que eu mais gostaria de fazer é voltar aos Estúdios e despertar novamente a música em mim. Não digo que ela está em coma mas, a deixei em um sono profundo(isso pelos objectivos).

CBA: Porquê moda e não outra coisa?

Shelby: Poderia ter sido uma outra formação, ter seguido qualquer uma outra profissão… Mas nenhuma delas me faria sentir tão encontrada em um mundo tão labirintoso.

CBA:  Como  descreveria a moda internacional e a  angolana actualmente?

Shelby: A Moda internacional na minha óptica desde que comecei a persegui-la, sempre teve aquele espírito independente, ou seja, sempre criou obras inspiradas em histórias realmente apreciantes. Dando sempre espaço a excentricidade o que dá originalidade à peça. Já na Moda Angolana não poderei dizer o mesmo por termos ainda uma limitação de criatividade. Criando peças habituais, ja conhecidas no mundo vestuário e ao fim de tudo, está todo mundo fazendo a mesma coisa. Daí surge a falta de originalidade.

13006704_1078985355492504_6864187681509001863_n

CBA: Cite 3 nomes da moda angolana que admira o trabalho que fazem.

Shelby: Rose Palhares, Konde e Soraia da Piedade.

CBA: Considera – se uma fashionista?

Shelby:  Alguém fashionista no meu conhecimento é a pessoa que segue tendências, e eu nunca fui de seguir tendências, talvez não seja uma Fashionista. Mas isso não significa dizer que não entendo de Moda.

CBA: Quais são as suas inspirações internacionais e angolanas?

Shelby: Mel Ottenberg, Nicola Formichetti, Belinda King e Cara Bezuidenhout. Se dissesse que me inspiro em um Estilista Angolano estaria a mentir ao Carrega. Não que não aprecie, mas não me inspiro em nenhum.

CBA: Tem algum sonho com relação a moda, que gostaria muito de realiza – lo?

Shelby: Um sonho com relação à moda tenho sim. Apresentar uma das minhas colecções num dos maiores Fashion Show conhecidos mundialmente (lol).

CBA: Normalmente as pessoas tendem a desistir muito fácil, qual é o seu segredo para manter o foco?

Shelby:  As pessoas que desistem talvez acontece por fazerem dessa Arte opção e eu tenho ela como Prioridade. Esse é o meu segredo.

CBA: Como define o seu estilo?

Shelby: O meu estilo é respirar sem dificuldade, é ser feliz como quiser sem importar-se com que os outros pensam ou deixam de pensar, é ter orgulho de si mesma. O meu estilo é a minha personalidade.

CBA: O que pensa na hora de se vestir?

Shelby:  Na hora de me vestir penso em como combinar as cores.

CBA: Marcas, o que significam na sua vida?

Shelby:  Confesso que poucas vezes entro em lojas para me satisfazer vestuariamente mas, quando isso acontece a roupa para mim tem de ser algo em que permita vestir ela em várias forma, e prefiro a cor preta na maioria das vezes(eu particularmente não aprecio roupas de cores florescentes), prefiro cores apagadas, isso por terem uma facilidade de combinação. Em sapatos sempre foi-me preferido usar botas à militar para ocasiões menos formais, e para casos formais prefiro sentir-me mais alta possível, e para isso os sapatos de tamanha plataforma são os escolhidos. Em acessórios, a bolsa para mim é extremamente importante, por dar postura e um ar formidável.

CBA: O que é que não pode faltar no seu closet?

Shelby:  O meu Closet é estar em um mundo sem energia mas completo de velas dando um ar Clássico.(risos).

CBA: Que cores mais gosta de usar?

Shelby: Cores que mais gosto de usar são: Preta, Cinza, Castanha, Vermelho camurça, Azul Ciano e Vermelho.

CBA: Prefere estações frias ou quentes? Porquê?

Shelby: Prefiro estações frias. Por ser uma época que permite o racional vestir-se como um apreciador de moda, dando espaço até àqueles que têm péssimo gosto quando se vão vestir, vestirem-se bem. O Inverno pra mim é ótimo para novas criações vestuárias.

CBA: Qual o seu acessório preferido ?

Shelby:  O meu acessório preferido é a bolsa.

CBA: O que é que não pode faltar na sua bolsa?

Shelby: O que não pode faltar nela é o meu lipstick Cyber.

CBA: Qual é o seu sonho de consumo?

Shelby:  Um dos meus sonhos mesmo é poder fundar um Lar para crianças necessitadas com absolutamente tudo que tiverem direito, e eu como mãe que um dia serei, me certificar que não as vai faltar nada.

13000219_1078983878825985_143784920986064999_n

CBA: O que acha dos blogs de moda angolanos?

Shelby: Os Blogs de Moda Angolanos têm estudado mais a Moda, têm obtido mais informações àcerca da mesma(o que é muitíssimo bom). E com isso têm conquistado até seguidores que antes viam benefício nenhum dentro dela. Parabenizo à todos.

CBA: O que mais detesta na moda?

Shelby: Não o que mais detesto na moda mas sim, o que mais detesto nas pessoas que a consomem. Não aprecio a falta de não saberem como consumí-la sem ter que usar exactamente o que a “Miley Cyrus” vestiu por estar na moda.

CBA: O que mais gosta na moda?

Shelby:  Gostar não, o que mais admiro… É a maneira com que ela vem derrepente como se fosse um vírus contaminando todos os “Tendênciosos”, e a maneira com que ela desaparece e aparece com outra novidade. Parece um mundo às voltas girando no mesmo lugar sem as pessoas perceberem.

CBA: Quais os seus estilistas favoritos ?

Shelby:  Mel Ottenberg.

CBA: Qual é a sua marca favorita?

Shelby:  DSL (Don’t Stop Living).

CBA: Algum conselho para as pessoas que vão ler esse papo?

Shelby:  Um conselho com poucas palavras… Seja VOCÊ mesmo, os outros ja existem.

CBA: Então alguma sugestão ou alguma  recomendação para o Carrega by Ac?

Shelby: Uma recomendação sim… CARREGAAAAAAA!

Eu (Acelga Esteves) também amei bater um papo consigo e acredito que as pessoas vão gostar da entrevista, desejo que todos seus objectivos sejam concretizados, você merece. Mais uma vez obrigado 😀

Carrega gente … não custa nada

xoxo

One thought on “Papo Carregado com a Estilista Angolana Shelby da Mata

  1. “é com certeza um nome que vale a pena começar a memorizar na área de moda em Angola.”
    – You better believe it

    “Senso de Justiça.”
    – uma qualidade que quase nunca ouvi de ninguém, interessante.

    “a vida da mesma maneira que empurra-nos pra cima, empurra-nos pra baixo.”
    – Ah, tu és o máximo.

    “voltar aos Estúdios e despertar novamente a música em mim.”
    – estou esperando por esse dia.

    “nenhuma delas me faria sentir tão encontrada em um mundo tão labirintoso.”
    – Oh Deus! Quem é essa mulher?!

    “Seja VOCÊ mesmo, os outros ja existem.”
    – Está certa!

    Que conversa mais descontraída, já sabia que a Shelby era doce assim, sei dela desse jeito, mas nunca é demais respirar um ar tão verdadeiro e puro. SUCESSOS, tanto pra o Carrega, quanto para a Shelby. Maravilha!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s